CLAREAMENTO DENTAL

Para clarear os dentes, um gel ativo oxidante é aplicado sobre a superfície do dente, reagindo com os pigmentos e alterando a cor, que se torna mais branca.

Três tipos de clareamento estão disponíveis:

Clareamento caseiro, utiliza-se uma moldeira para a aplicação noturna do gel pelo próprio paciente; 

Clareamento "a laser", que é feito no consultório, sob supervisão do cirurgião-dentista, com um gel mais concentrado ativado pela luz de LED; 

Clareamento endógeno, em que o gel é aplicado dentro de dentes tratados de canal e que se apresentam mais escurecidos que os demais.

ESTÉTICA 

A estética dental recupera a forma e a cor de dentes que por algum motivo destoam do conjunto, causando desarmonia no sorriso.

Dentes que nasceram com forma diferente dos outros (conóides), com tamanho alterado, machamento relacionado a antibióticos (tetraciclina) são candidatos a este tipo de tratamento, que consiste na restauração dos dentes com porcelana ou resina.

RESTAURAÇÕES

Procedimento que devolve a função do dente após a remoção da cárie. O dentista retira do dente os tecidos cariados, deixando uma cavidade limpa. Sobre esta cavidade, materiais restauradores são colocados para proteger o dente de infiltração de bactérias, ao mesmo tempo proporcionando mastigação adequada e aspecto estético semelhante ao de um dente que não foi restaurado.

CIRURGIA ESTÉTICA

São cirurgias realizadas para corrigir defeitos da gengiva em regiões que apresentam comprometimento estético do sorriso. Os defeitos que mais incomodam os pacientes são: retrações gengivais, alterações de papilas interdentais, perdas de altura e espessura em áreas que foram submetidas a extrações.  Estas cirurgias devolvem a anatomia gengival ao redor dos implantes.

PERIODONTIA

A doença periodontal é uma infecção bacteriana crônica que afeta as gengivas e o osso que suporta os dentes.  Os principais sintomas são: sangramento gengival, mau hálito, exposição da raiz do dente, mobilidade dental e perda dos dentes.

A doença periodontal é causada por vários fatores associados: placa bacteriana, tabagismo (fumo), alterações hormonais, fatores genéticos, defesa imunológica do paciente, uso de algumas mediçações, entre outros. Alterações sistêmicas como diabetes também podem influenciar na gravidade do problema periodontal.

IMPLANTODONTIA

Implantodontia é a especialidade da odontologia responsável pela recuperação de espaços edêntulos através da inserção um parafuso de titânio no interior do tecido ósseo onde houve a perda do elemento dental, que suportará uma prótese de dente (coroa). Com a implantodontia são feitas desde reabilitações unitárias ate grandes reabilitações totais fixas ou removíveis.

CIRURGIA ORAL MENOR

São procedimentos cirúrgicos simples realizados no consultório sob anestesia local, como: Exodontias (extrações simples ou dentes inclusos); Cirurgias paraendodônticas (relacionadas a tratamento de canal); Frenectomia labial e lingual (remoção cirúrgica do freio labial ou lingual); cirúrgias pré-protéticas; além de outras cirurgias bucais de pequeno porte.

CIRURGIA ORTOGNÁTICA

É um procedimento cirúrgico destinado a corrigir as discrepâncias dento-esqueléticas da face que não podem ser solucionadas apenas pelo tratamento ortodôntico, uma vez que o problema está no excesso ou falta de crescimento no esqueleto facial e não somente na posição dos dentes.  A Cirurgia Ortognática visa estabelecer um equilíbrio das funções mastigatória, respiratória e da estética.

ENXERTOS ÓSSEOS

Após a perda dos dentes ocorre na maxila e na mandíbula uma reabsorção óssea (os ossos ficam com menos espessura e altura) o que impede a instalação de implantes dentários. O enxerto ósseo é realizado para substituir o osso perdido e permitir a colocação do implante, devolvendo o volume perdido ao osso atrofiado. O enxerto pode ser realizado com material ósseo do próprio paciente ou com um substituto sintético ou natural.

TRAUMATOLOGIA BUCO-MAXILO-FACIAL

A Traumatologia Buco-Maxilo-Facial objetiva diagnosticar e tratar traumas dentários e faciais, como fraturas envolvendo os dentes e/ou os ossos da face. 

ESTOMATOLOGIA

A Estomatologia é uma especialidade da Odontologia que tem como objetivo a prevenção, o diagnóstico e o tratamento das doenças que se manifestam na cavidade bucal e nas estruturas anexas (como cistos e tumores), além das manifestações bucais de doenças sistêmicas. A prática se baseia no exame clínico, exames complementares, biópsias, acompanhamento e tratamento das alterações dos tecidos.

ATENDIMENTO COM SEDAÇÃO 

A sedação consciente se constitui num método efetivo de controle do medo e da ansiedade em tratamentos odontológicos. Proporciona uma sensação de sonolência ao paciente, tornando o tratamento odontológico mais confortável. O procedimento se torna simples para o paciente, pois, ao acordar, todo o trabalho já terá sido feito.Uma de suas indicações principais no consultório se faz para pacientes que apresentam estresse e medo em tratamentos odontológicos.

PACIENTES COM NECESSIDADES ESPECIAIS

Atendimento odontológico aos pacientes com algum distúrbio, deficiência ou condição sistêmica alterada que necessitam de um atendimento diferenciado.

REABILITAÇÃO ORAL

São procedimentos que visam devolver a função mastigatória, a saúde bucal, a estética e a harmonia da face. É um tratamento que avalia a cavidade oral integralmente, e por isso pode envolver várias especialidades odontológicas como implantes, próteses, ortodontia, cirurgia, etc.

Uma dentição completa e bem articulada evita problemas na articulação da mandíbula (articulação têmporo-mandibular), que eventualmente pode estar relacionada a dores musculares na face e dor de cabeça frequente.

PRÓTESE

A  substituição da função original dos dentes ausentes é feita atavés da confecção de próteses dentárias. Existem vários tipos de prótese dentária que podem substituir um dente, um número pequeno de dentes e também todos os dentes. As próteses podem ser feitas sobre dentes e sobre implantes, mas também existem as dentaduras, que são apoiadas apenas na mucosa do paciente.

ORTODONTIA E ORTOPEDIA FACIAL

A Ortodontia visa a correção do posicionamento dos dentes na maxila e mandíbula e o "engrenamento" (oclusão) dos mesmos.

A Ortopedia facial visa a correção das bases ósseas durante o seu desenvolvimento e crescimento.

A Ortodontia preventiva e interceptativa atua na correção da má-oclusão em crianças e adolescentes que ainda estão em fase de crescimento.

O tratamento nessa fase é feito através de aparelhos ortopédicos (móveis ou fixos) ou aparelhos ortodônticos fixos.(dentição mista ou permanente).

A Ortodontia Corretiva atua na correção da má-oclusão já estabelecida em pacientes adolescentes e adultos. São usados aparelhos ortodônticos fixos nessa fase.

Os aparelhos fixos são aderidos ao dente através de braquetes, que podem ser metálicos (convencionais ou autoligados) ou estéticos (porcelana ou safira transparente).

LENTE DE CONTATO ODONTOLÓGICA

Lentes de Contato: Lâminas de porcelana extremamente finas, que podem chegar a 0,4mm de espessura. Esse tratamento corrige imperfeições de cor e forma na face externa dos dentes, promovendo grande melhora estética com desgaste mínimo da estrutura dental.